Restauração do Parque Estadual Serra do Conduru

Projeto atual

Foto: Acervo IFV

A cobertura vegetal do PESC (Parque Estadual Serra do Conduru), criado em 1997, entre os municípios baianos de Ilhéus, Uruçuca e Itacaré, é uma mistura de trechos remanescentes da Mata Atlântica original e áreas abandonadas que necessitam de restauração. Em parceria com o Ministério Público do Estado da Bahia, o Floresta Viva atua para recuperar essas partes degradadas. No programa ainda vigente (confira aqui as ações já concluídas), o IFV efetuou o plantio de 100 mil mudas ao longo de 100 hectares de terra, entre 2014 e 2015. Dentre as espécies nativas escolhidas estão Aroeira, Imbiruçu, Juerana-do-litoral, Pequi-preto e Ingá-pau. Como é comum na prática do reflorestamento, nem todas as plantas se desenvolvem e acabam morrendo, o que exige novos plantios. Esses trechos foram replantados em 2016 e agora seguem sendo mantidos pela equipe do IFV.

 

 

 

 

USA