Economia da Floresta

Projeto atual

Atuar no território de forma sustentável é a base fundamental da economia da floresta. O IFV busca disseminar alternativas para as populações tradicionais de como manter as árvores em pé e garantir o sustento das famílias. Para dispor da infraestrutura necessária, o IFV recebe apoio do Instituto Arapyaú, por meio do Projeto Nacional de Ações Integradas Público-Privadas para Biodiversidade (Probio II), em parceria com o Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade) e o Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF).

Foto: Curadooria site IFV

As atividades estão divididas em quatro eixos, que abrangem formação em economia da floresta; apoio à pesquisa relacionada às espécies nativas; desenvolvimento de projetos-piloto de silvicultura (ligada ao cultivo das árvores) e promoção de iniciativas que agreguem valor à madeira.

O projeto, a ser concluído em 2017, terá como principais resultados: a ampliação das instalações da Escola da Floresta e consequente aumento da capacidade de atendimento; renovação do site institucional e da comunicação do Floresta Viva; marcação de árvores-matrizes de espécies nativas; contratação de engenheiro florestal para apoiar a gestão do viveiro e realização de mapeamento de iniciativas de silvicultura no Sul da Bahia. Um dos destaques desse projeto foi o Encontro de Líderes Rurais, com a participação de 30 pessoas para troca de ideias e experiências, que aconteceu em setembro de 2015, em Serra Grande. O grupo discutiu principalmente a produção sustentável de cacau e chocolate na economia regional.

USA