Calendário

Cursos e Atividades

  • Instituto Floresta Viva apoia a Silvicultura Tropical de madeiras nobres no Sul da Bahia – Com Pau-Brasil, Jacarandá e Guanandi.

Com a nova estação de chuvas no Sul da Bahia, incentivamos produtores rurais com interesse em trabalhar com silvicultura tropical e o plantio de madeiras nobres, como o Pau-Brasil (Paubrasilia echinata), Jacarandá da Bahia (Dalbergia nigra) e Guanandi (Calophyllum brasiliense).

O Pau-Brasil, árvore símbolo do país que deu nome ao Brasil, é uma espécie em perigo. Ela foi tão explorada na produção do pigmento vermelho que contém, que de uma árvore muito abundante, virou raridade no seu ambiente natural – a Mata Atlântica.

Junto com um crescimento moderado, uma reprodução difícil pela baixa frequência, e a perda de cobertura da mata, faz-se  necessário uma ação forte de replantio da árvore, para garantir o sua sobrevivência e uso de altíssimo valor na movelaria, produção de artefatos musicais como o arco do violino e objetos de decoração. O Pau-Brasil é uma excelente madeira de lei. Hoje o mercado legal é muito limitado, por  existir raríssimos produtores.

O plantio comercial é uma oportunidade de apoiar a conservação e de garantir o fornecimento de um mercado nicho de alto valor.  O corte do Pau-Brasil não é autorizado no seu ambiente natural, mas em plantação comercial é autorizado desde que devidamente registrado no momento do plantio (regulamentado pela  lei florestal brasileira de no. 12651/2012).

O risco de perder a matéria prima chave das melhores peças de arcos de violino levou à criação do International Pernambuco Conservation Initiative (IPCI), cuja missão é de reverter a degradação das florestas de Pau-brasil, a fim de evitar a extinção da espécie e conservar de forma sustentável as existentes.

Um de seus principais programas do IPCI no Brasil é desenvolvido  com a parceria do Floresta Viva, responsável por plantar e monitorar o desenvolvimento de 12 mil mudas no litoral Sul da Bahia. Como a qualidade das mudas plantadas depende de sua origem, o IFV também dedica atenção especial nesse programa à identificação de árvores matrizes (fornecedoras de sementes).

Hoje temos quatro mil (4.000) mudas disponíveis para doação, incluindo mudas de Jacarandá, Guanandi e Jequitibá. A doação tem como contrapartida o comprometimento em plantar as mudas seguindo as recomendações do órgão ambiental estadual, através do CEFIR, e disponibilizar a área para monitoramento e apoio técnico. Recomendamos a busca de assessoria técnica para desenho da área, plantio e registro no órgão ambiental.

Observação – Além do projeto de doação de mudas de pau brasil, comercializamos muitas outras espécies para arborização urbana, ornamentação, árvores e palmeiras nativas para recuperação ambiental e para jardins tropicais e paisagismo.

Contato:

Fernanda  Bispo

institutoflorestaviva@gmail.com

(73) 36343526 ou (73) 999568043

Aguarde as informações dos próximos eventos.

  • Curso de:
  • Data:
  • Horário:
  • Local:
  • Número de vagas:
  • Prazo para inscrições:
  • Mais informações:
  • Curso de:
  • Data:
  • Horário:
  • Local:
  • Número de vagas:
  • Prazo para inscrições:
  • Mais informações:
USA