Biblioteca e referências

Bibliografia Floresta Viva

ARAÚJO, M.; ALGER, K.; ROCHA, R.; MESQUITA, C. A. B. A Mata Atlântica no Sul da Bahia. Situação atual, ações e perspectivas. Série Estados e Regiões da Bahia. São Paulo: Ed. Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, 1998.

BENCKE, G. A.; MAURÍCIO, G. N.; DEVELEY, P. F.; GOEREK, J. M. Áreas importantes para a conservação das aves no Brasil. In: Parte I – Estados do domínio da Mata Atlântica. São Paulo: Save Brasil, 2006.

CASTRO, Carlos Ferreira de Abreu. Gestão Florestal no Brasil Colonial. Brasília: Universidade Nacional de Brasília, 2002.

CHIAPETTI, J. O disparate revelador do modo atual de desenvolvimento econômico. In: Revista Primeiras & Melhores, 3ª edição. Itabuna – Ilhéus: 2010.

CORREIA, E. B. Certificação Orgânica em Agroecossistemas Cacau: a sustentabilidade agrícola em construção no âmbito da Mata Atlântica Sul baiana. Universidade Estadual de Santa Cruz. Programa Regional de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente.

FANDI, A. C. e GOMES, A. R. Unidades de Conservação em Rede – A diversidade de saberes no corredor central da Mata Atlântica. Ilhéus: IESB, 2011.

GUEDES, F. B. e SEEHUSEN, S. E. Pagamento por serviços ambientais na Mata Atlântica – Lições aprendidas e desafios. 2011

GUIMARAES, E.; HIROTA, M. e FONSECA, M. Minha terra protegida: histórias das RPPNs da Mata Atlântica. São Paulo: Fundação SOS Mata Atlântica – Belo Horizonte: Conservação Internacional, 2007.

JARDIM, J.G. Uma caracterização parcial da vegetação na região sul da Bahia, Brasil. In: Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Sul da Bahia (P.I. Prado, E.C. Landau, R.T. Moura, L.P.S. Pinto, G.A.B. Fonseca & K.Alger, orgs.). IESB; CI; CABS; UFMG; UNICAMP, Ilhéus: 2003. Publicação em CD-Rom.

JOLY, C.A., LEITÃO FILHO, H.F. & SILVA, S.M. O patrimônio florístico – The floristic heritage. In: Mata Atlântica – atlantic rain forest (G.I. Câmara, coord.). São Paulo: Ed. Index Ltda. e Fundação S.O.S. Mata Atlântica, 1991.

LANDAU, E. C. Normais de Precipitação no Sudeste da Bahia, Brasil.(mapa em formato digital, adaptado a partir de SEI, 1998), escala 1:6.000.000. Data dos Dados: 1943-1983. In: Prado P.I., Landau E.C., Moura R.T., Pinto L.P.S., Fonseca G.A.B., Alger K. [orgs.]. Corredor de Biodiversidade na Mata Atlântica do Sul da Bahia. Publicação em CD-ROM, IESB / CI / CABS / UFMG / UNICAMP. Ilhéus: 2003b.

MANTOVANI, W. A degradação dos biomas brasileiros. In: Ribeiro, W.C. (Org.). Patrimônio Ambiental Brasileiro. Uspiana: Brasil 500 anos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

MELO, A.A.O. Levantamento dos solos do município de Uruçuca. Boletim Técnico n.129. Ilhéus: Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira, 1985.

MELO, T. Sementes de diálogo: registros da primeira fase do diálogo florestal para a Mata Atlântica. Rio de Janeiro: Instituto Bioatlantica, 2005-2007.

Ministério do Meio Ambiente. Mata Atlântica – Patrimônio Nacional dos brasileiros. Secretaria de Biodiversidade e Florestas. Núcleo Mata Atlântica e Pampa. Brasília: MMA. 2010.

Ministério do Meio Ambiente. Gestão participativa do SNUC / Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Biodiversidade e Florestas. Diretoria do Programa Nacional de Áreas Protegidas. Programa Áreas Protegidas da Amazônia. Brasília: MMA, 2004.

MUANIS, M. M.; SERRÃO, M. e GELUDA, L. Quanto custa uma Unidade de Conservação Federal? Uma visão estratégica para o financiamento do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Rio de Janeiro: FUNBIO, 2009.

NOGUEIRA, Otília. Itacaré: Cancioneiro histórico-geográfico de sua gente. Via Litterarum, 2009.

PRADO, Paulo. Retrato do Brasil : ensaio sobre a tristeza brasileira. Org. Carlos Augusto Calil — 10a. ed. — São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

ROCHA, L. M. e ANDRADE, V. J. Manuais para capacitação em manejo de Unidades de Conservação: Módulo 8 – Planejamento, Implantação e Manutenção de trilhas interpretativas. 1997.

RODRIGUES, R. R.; BRANCALION, P. H. S. e ISERNHAGEN, I. Pacto pela Restauração da Mata Atlântica. Referencial dos conceitos e ações de restauração florestal. São Paulo: Lerf/Esalq. Instituto Bioatlântica, 2009.

Santana S.O. [et al]. Solos da região sudeste da Bahia: atualização da legenda de acordo com o sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro: CEPLAC/EMBRAPA, 2002.

SPAROVEK G. [et al]. Considerações sobre o Código Florestal brasileiro. Piracicaba: 2010.

WWF-Brasil/IPÊ. Gestão de Unidades de Conservação: compartilhando uma experiência de capacitação. Org. Maria Olatz Cases. Brasília: WWF-Brasil, 2012.

Inglês

BIERREGAARD, R., LOVEJOY, T. E., GASCON, C., and MESQUITA,R. Lessons from Amazonia: The Ecology and Conservation of a Fragmented Forest. Yale University Press, New Haven, CT, 2001.

BLOOMFIELD, G.S., CALLE, A., SARSFIELD, R.P., and WYATT, S.A., eds. 2012. Strategies for Landscape-Scale Restoration in the Tropics. Yale ISTF Conference Proceedings. Environmental Leadership and Training Initiative. New Haven, CT: Yale University; Panama City: Smithsonian Tropical Research Institute.

BRANDFORD, S. and ROCHA, J. Cutting the Wire: The Story of the Landless Movement in Brazil. London: Latin American Bureau. 2002

BROOKFIELD, H., C. PADOCH, H. PARSONS and STOCKING, M.. Cultivating Biodiversity: The understanding, analysis and use of agrodiversity. London: ITDG Publishing. 2002

CAIRNS, J. Jr. Restoration, reclamation and regeneration of degraded or destroyed ecosystems. In: Conservation Biology, Soule, M.E. 1986. Sinauer Publishers, Ann Arbor MI, 465.

CONKLIN, H. C. Hanunóo Agriculture: A Report on an Integral System of Shifting Cultivation in the Philippines. Rome: FAO, 1957.

DEAN, Warren. With Broadax and Firebrand: The Destruction of the Brazilian Atlantic Forest (Centennial Book). Berkeley and Los Angeles: University of California Press, 1995.

ESCOBAR, Arturo. Territories of Difference : Place, Movements, Life, Redes. New ecologies for the twenty-first century. Durham: Duke University Press. 2008.

FERNANDES, B.M. [et al]. Land governance in Brazil. Rome: International Land Coalition, 2012

Galindo-Leal, C. and I. Câmara eds. The Atlantic Forest of South America: Biodiversity Status, Threats, and Outlooks. Washington: Island Press, Center for Applied Biodiversity Science at Conservation International, 2003.

Hochstetler, K. and M.E. Keck. Greening Brazil: Environmental Activism in State and Society. Durham: Duke University Press, 2007.

LAURANCE, W.F., and BIERREGAARD, R.O. eds. Tropical forest remnants: ecology, management and conservation of fragmented communities. Chicago: University of Chicago Press, 1997.

MACARTHUR, R. H. and WILSON, E. O.. The Theory of Island Biogeography. Monographs in Population Biology. Princeton: Princeton University Press, 1967.

MANSOURIN, D. [et al].. Forest Restoration in Landscapes: Beyond Planting Trees, Springer. 2005.

MILLER, S. W. Fruitless Trees: Portuguese conservation and Brazil’s colonial timber. Stanford: Stanford University Press, 2000.

MOOG, Vianna. Bandeirantes and Pioneers. New York: George Brasiller, 1964.

PELUSO, N. L. and WATTS, M. eds. Violent Environments. Ithaca: Cornell U. Press, 2001.

PIOTTO, Daniel. Spatial dynamics of forest recovery after swidden cultivation in the Atlantic forest of southern Bahia, Brazil. Yale University, 2011.

PRADO Jr., Caio. The Formation of Colonial Brazil. Berkeley: University of California Press, 1942.

SBPC. The Brazilian Forest Code and Science: Contributions to the dialogue. São Paulo: The Brazilian Society for the Advancement of Science-SBPC, 2012.

THOMAS, W.W., CARVALHO, A.M.V., AMORIM, A.M., GARRISON, J. & SANTOS, T.S. Diversity of woody plants in the Atlantic coastal forest of southern Bahia, Brazil. In: The Atlantic Coastal Forests of Northeastern Brazil (W.W. Thomas, ed.). Mem. New York Bot. Gard. 100:21-66. 2008.

THOMAS, W. W. The Atlantic Coastal Forest of Northeastern Brazil. The New York Botanical Garden Press, 2008.

THOMAS, W. W., Carvalho, A.M. Atlantic moist forest of southern Bahia. WWF, IUCN. London.

DAVIS, S.D. et al. (ed.). Centres of plant diversity : a guide and strategy for their conservation. 1997.

TUCKER, C. M. Nature, Science and Religion. Intersections Shaping Society and the Environment. 2012.

von Humboldt, A. Personal narrative of travels to the equinoctial regions of America during the years 1799-1804. 1853.

Zweig, Stefan. Brazil: Land of the Future. 1941.

 

USA